O drama do corinthiano

fevereiro 7, 2011

Prezados,

Escrevo motivado pelos últimos acontecimentos envolvendo a torcida do Corinthians.

Antes de mais nada, quero dizer que apoio a manifestação pacífica, não violenta deste modo. Os torcedores são os verdadeiros donos do time, os dirigentes e jogadores devem sim satisfação à estes torcedores. O patrocínio, dinheiro que o clube arrecada, vem de onde? Indiretamente, do torcedor.

Como bom palmeirense que sou, tenho testemunhado várias manifestações envolvendo a torcida do Palmeiras ao longo dos anos.

Ao dizer que apoio a manifestação, não quero dizer que ela necessariamente vai dar resultado positivo. Pelo contrário, muitas vezes o resultado é negativo, dada a pressão à qual os jogadores são submetidos.

Veja o exemplo do Palmeiras. O Palmeiras não conquista nada à 12 anos. Nesses 12 anos, manifestações ocorreram, muros foram pichados, jogadores foram perseguidos e qual o resultado? Mais pressão para quem entra no time, mais rancor para quem sai dele.

A mesma coisa é verdadeira para o Corinthians. Quantas eliminações do Corinthians em Libertadores já presenciamos? Quantos protestos acompanhamos? Quantos jogadores expulsos, quantas cadeiras de estádios quebradas, quantos alambrados destruídos? E no que isso resultou? Em mais pressão. Todo ano que o Corinthians vai para a Libertadores, entra com a obrigação de ganhar. Essa pressão em demasia influencia no desempenho do jogador em campo, que acaba não rendendo o esperado.

A manifestação ajuda no sentido que os dirigentes e jogadores passam a saber que há pessoas que estão interessadas no que eles estão fazendo, de forma a trabalhar de maneira correta.

Não quer dizer que a manifestação é a solução de todos os problemas. Na verdade, pode ser a criação de muitos deles.

Anúncios

Prezados,

Assisti ao jogo de ontem. Seria melhor não ter assistido.

O jogo que vi não passou de um jogo morno para frio, com raros lances de beleza, muita violência, e um Elias salvador. O salvador da estreia do Timão na Libertadores 2010 não foi Ronaldo, nem Roberto Carlos. Mas Elias, volante, que chega bem ao ataque, e que não vinha chegando nos últimos jogos.

Chegou e fez. Dois gols. O suficiente para a vitória.

Ronaldo teve espamos de Ronaldo, Roberto Carlos não foi expulso porque o trio de arbitragem era fraco demais, Defederico esteve apagado, Alessandro apoiou bem, Felipe não tocou na bola e a torcida deu show – o show que esperava ver dentro de campo, mas fica pra próxima.

Para quem falava em goleada do Timão sobre o fraquíssimo Racing-URU, deveria ter visto o jogo do Cruzeiro. O time azul de BH simplesmente detonou o Colo Colo, não deu chances para o azar. Para quem falava em empate do Flamengo, pobre. O Flamengo ganhou, com 1 a menos desde 1 minuto de jogo. Tá certo que a Universidad Católica também teve um expulso, mas depois que já estava 1 a 0 para o Mengão. E o Vágner Love ainda perdeu pênalti.

Com exceção do São Paulo, que joga hoje, todos os brasileiros ganharam seus últimos jogos na Libertadores. Taça esta que deve ir para a sala de troféus de um time brasileiro, com certeza.

Meu palpite é que o título ficará entre Corinthians, Cruzeiro e Internacional.

É esperar para ver.

Alguns toques:

– O Santos suou para ganhar do fraco Naviraiense. E tem gente gozando o Palmeiras, que não eliminou o jogo de volta. Naviraiense? Quê?

– A Portuguesa enfiou 7 no Roraima, assim como o Atlético-MG, que destruiu o Juventus-AC. Que o adversário era fraco, era. Mas fazer 5 gols em um jogo só é coisa para poucos. Lembro-me de Fernando Baiano e Dodô fazendo 5 gols em um jogo. Só. Obina tem que ser titular deste irregular time do Atlético. Conversando com o Rincón, perguntei a ele porque o time do Galo não embalava. Ele me respondeu: “Muitos jogadores chegaram agora, o Luxemburgo ainda está conhecendo o grupo. Mas vai encaixar.”. A torcida do Galo espera que sim.

– Hoje o Palmeiras enfrenta o Flamengo-PI. A torcida espera uma vitória convincente. Zago, que estreou bem, tem tudo para dar certo neste irregular time do Verdão.

É isso. Saudações alviverdes!

Prezados,

Incentivado pelo meu amigo Mauro, voltei a escrever neste blog.

Confesso que já sentia saudades disto aqui. Desde a derrocada do meu Alviverde no último Brasileiro, nunca mais escrevi. Talvez decepcionado pelo futebol que meu time estava jogando. Agora, os ares são outros. Espero que o Zago dê um jeito lá. A estréia foi boa.

Falando do que todos estão falando, hoje teremos o Corinthians na Libertadores. Motivo de zombaria para o Corinthians, a Libertadores é a maior obsessão do Corinthians no ano do centenário. O Timão quer provar a todos que terá um centenário diferente daquele que teve o Inter e o Coritiba em 2009. É esperar para ver.

Espera-se que o Ronaldo faça um grande jogo, até pelo tempo no estaleiro. O DM do Corinthians ele conhece bem. Já provou que conhece bem os atalhos do campo. Em 2 partidas neste ano, fez um gol, o que dá uma média boa.

Do Racing-URU não se espera muito. Espera-se que venha para se defender e catimbar. Experiência o Corinthians tem de sobra. É ter paciência e tentar abrir o placar no começo do jogo. Neste caso, a goleada histórica na estréia seria realidade.

Talvez o único erro de Mano Menezes neste ano tenha sido não entrosar o time para a estréia. O revezamento foi grande. Mas os jogadores são capazes de superar o desentrosamento para golear o fraco rival.

A mim, palmeirense, só me resta desta vez ser comentarista de placar. Até gosto desta função, apesar de gostar mais de disputar. Só espero que esta, na Libertadores mais fácil dos últimos anos (sem River, Boca e Palmeiras), não seja do Corinthians.

Eu e tantos outros, que se baseiam no fato do São Caetano ter mais história na Libertadores que o Corinthians. Triste.

Saudações Alviverdes.

Estou de volta!

agosto 6, 2009

Prezados,

É bom estar de volta. Depois de um período ausente por causa da correria do casamento, lua de mel e férias (que aliás foram excelentes!), voltei a postar neste blog.

Estou preparando um post com o aproveitamento dos grandes clubes brasileiros, para voltarmos com as discussões sobre quem é o melhor time do Brasil no momento.

Espero, com este post, animar também o meu amigo Mauro (http://mauromouraloureiro.wordpress.com), o Chico Lang dos blogs.

Obrigado a todos!!

Aqui, é futebol por quem sabe!

É isso!

Saudações Alviverdes!

Segundo a IFFHS (Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol), o Grêmio é o melhor time brasileiro da atualidade. 

As surpresas da lista são a presença do Sport, Fluminense, Botafogo, Flamengo e Coritiba e a ausência do Corinthians, o todo poderoso. Que coisa, né?

Segue a lista publicada pela IFFHS:

1: Barcelona (ESP) e Manchester United (ING) – 315 pontos
3: Chelsea (ING) – 276
4: Liverpool (ING) – 248
5: Arsenal (ING) – 247
6: Shakthar Donetsk (UCR) – 245,5
7: Dínamo de Kiev (UCR) – 234,5
8: Estudiantes (ARG) – 232
9: Hamburgo (ALE) – 228
10: Grêmio (BRA) – 222
15: São Paulo (BRA) – 199
16: Internacional (BRA) – 198
17: Cruzeiro (BRA) – 193
23: Palmeiras (BRA) – 184
38: Sport (BRA) – 163
90: Fluminense (BRA) – 118
113: Botafogo (BRA) – 106
120: Flamengo (BRA) – 104
134: Coritiba (BRA) – 98

É isso!

Saudações Alviverdes!

Prezados,

Pelo segundo ano seguido o Corinthians está na final da Copa do Brasil.

Ontem a noite, no Pacaembu, o Timão levou uma pressão terrível do Vasco (que teve um pênalti não marcado a seu favor), mas conseguiu se safar e sair classificado, que a bem da verdade era o mais importante.

No primeiro tempo, o jogo até foi equilibrado. O Vasco teve a melhor chance numa cobrança de escanteio e cabeçada que Felipe defendeu.

Já no segundo tempo só deu Vasco. O Corinthians chutou a primeira vez aos 25 minutos, com Dentinho. Mas a Fiel torcida corinthiana deu show e apoiou o time, que só não levou o gol porque Nílton cabeceou para fora em outra cobrança de escanteio e também porque o juiz não marcou pênalti que Chicão fez. O Wright, da Tv Globo, estava inconformado.

Já na outra chave, o previsto também aconteceu. O Inter eliminou o Coritiba e agora enfrentará o Corinthians na final.

A minha aposta é o Inter!

É esperar para ver!

É isso!

Saudações Alviverdes!

Eu vi…

maio 29, 2009

Eu vi o jogo de ontem no Palestra Itália.

Eu vi o Palmeiras com uma escalação horrível.

Eu vi o Luxemburgo se redimir ao mudar o time aos 28 minutos do primeiro tempo.

Eu vi a estreia de Obina.

Eu vi e ouvi a torcida gritar e se empolgar com o Obina.

Eu vi uma leve melhora do Palmeiras no primeiro tempo.

Eu vi a bomba do Diego Souza entrar no canto do goleiro e estufar as redes, logo no começo do segundo tempo.

Eu vi o Palmeiras buscar o segundo gol, mas por pouco tempo.

Eu vi o Luxemburgo tirar o Keirrison (que saiu aplaudido) e colocar o fraco Jumar.

Eu vi um recuo desnecessário do Palmeiras.

Eu vi o gol de empate do Nacional.

Eu vi o apoio da torcida, que fez um show incrível.

Eu vi o final do jogo e um empate terrível para as pretensões do Palmeiras na Libertadores.

Eu vi e ouvi o Luxemburgo ser chamado de burro e mercenário.

Eu vi a minha prima e irmã indo comigo para casa, desanimadas com o resultado.

Agora só me resta ver um milagre no Uruguai, como já vi no Chile e em Recife.

É isso!

Saudações Alviverdes!

Post originalmente publicado em: http://futblogueiros.wordpress.com

O Fluminense deu trabalho. Mas me desmentiu. Acabou dando Corinthians.

Por um momento pensei que o Flu iria passar. Mas não foi sempre assim.

Quando o Corinthians fez 1 a 0, com um golaço do regular Chicão, lembrei do jogo entre o mesmo Fluminense contra o São Paulo, no qual o Flu também precisava fazer 3 a 1. E fez.

Mas também não foi sempre assim. O Corinthians logo fez o segundo, num belíssimo gol do “quero-ser-Romário” Jorge Henrique.

Era o 2 a 0. Aí pensei: “Nesta o Flu já era!”.

Veio o segundo tempo, e com ele um novo Fluminense. O novo tempo também trouxe um Corinthians acuado, que só deu um chute a gol no segundo tempo.

O Fluminense pressionava. E eu, como a torcida do Flu, esperava pelo menos um gol, que naquela altura já era merecido.

Impedimento mal marcado, bola na trave de Thiago Neves.

Felipe, como sempre, passava insegurança num jogo decisivo, como o próprio Caio Ribeiro disse.

E Felipe, num chute do ótimo Dario Conca, espalmou a bola para dentro da área. Alan só empurrou de cabeça.

Era o 2 a 1. E a esperança da torcida do Flu se renovava.

Em um passe maravilhoso de Conca, Thiago Neves fez o segundo gol logo depois.

Era o 2 a 2.

E por um momento eu lembrei de um jogo épico: Palmeiras e Flamengo, no Palestra Itália, pela mesma Copa do Brasil, decidido nos últimos 5 minutos com 2 gols de Euller. Este jogo também estava 2 a 2 e o Palmeiras precisava ganhar de 4 a 2. E conseguiu.

Ontem, pensei que o Fluminense iria ser o Palmeiras.

Mas não foi.

O Fluminense foi Fluminense. E a vaga foi do Corinthians.

Toques do jogo:

– Douglas foi muito mal. Alessandro tem jogado muito bem – ele marca muito bem. Chicão, o artilheiro corinthiano no ano, decidiu mais uma vez. Felipe não segurou uma bola. Fez algumas defesas, mas é impressionante a insegurança dele em jogos decisivos.

– No Flu, Fred foi muito mal. Thiago Neves não apareceu muito, mas marcou um gol. Conca foi o craque do time. Fernando Henrique também foi bem.

Alguns toques:

– Ronaldo não tem jogado nada. É isso que dá ter um jogador-propaganda. Nada contra ele. Continuo achando o cara craque, um fenômeno da bola. Mas é evidente que ele precisa jogar, tanto pela receita quanto pelos contratos. E é evidente também que ele precisa de descanso.

– Inter e Flamengo fizeram um baita jogo. O Internacional é o meu time nesta Copa do Brasil. Na minha opinião, o Inter será o campeão. Tá certo que o jogo foi decidido nos minutos finais, num belo gol de falta do ex-flamenguista Andrezinho (ironia do destino?). Mas no meu modo de ver, o Bruno, goleiro do Fla, falhou. A bola foi quase no meio do gol. Mas não importa! O Inter-RS está classificado para enfrentar o Coritiba. Na minha opinião, o Inter-RS já está na final.

– Que corrida do Nilmar para roubar a bola do Juan, hein? O homem correu demais e foi solidário ao tocar para Taison marcar o primeiro do Inter.

– Na outra semifinal, o Vasco enfrentará o Corinthians. O Vasco está bem, vem embalado, mas acho que dá Corinthians. É esperar para ver.

É isso!

Saudações Alviverdes!

Quarta de futebol!

maio 20, 2009

Prezados,

Antes de mais nada, quero me desculpar por não ter atualizado este blog recentemente. O tempo está passando depressa demais e tenho tido muitos afazares. Prometo ser mais constante.

Hoje a noite, mais futebol.

O Fluminense recebe o Corinthians no Maracanã, precisando reverter a vantagem corinthiana adquirida no Pacaembu. Muitos acham que o Corinthians leva essa vaga, mas continuo com um fiozinho de esperança no Fluminense. Acredito que o Flu tenha condições de reverter a vantagem, muito embora o Corinthians agora tenha 60% de chances de classificar.

O Internacional de Porto Alegre recebe o Flamengo. Acho que dá colorado. Continuo achando que o Inter será o campeão da Copa do Brasil 2009.

Já o Vasco vai a Salvador enfrentar o Vitória só para confirmar a vaga. Não acho que o fraco time do Vitória vai conseguir a excelente vantagem cruzmaltina, mesmo jogando no Barradão.

É esperar para ver.

O Coritiba já está lá. Ontem, no Couto Pereira, bateu o arrumado time da Ponte Preta por 1 a 0.

Agora quero falar de outro assunto.

Quero falar da necessidade que os times brasileiros tem. O fato é que nenhum time brasileiro conseguiria ir bem em duas competições se eles não poupassem jogadores. Veja um exemplo prático: o Coritiba poupou jogadores no Campeonato Brasileiro e acabou sendo goleado pelo Santo André por 4 a 2 em Curitiba. Mas ontem a noite ganhou da Ponte Preta e está na semifinal da Copa do Brasil. A Ponte também poupou jogadores na segunda divisão do Brasileiro.

A necessidade dos clubes brasileiros então é ter um elenco capaz de jogar duas competições sem problemas. O problema é que para isso é preciso dinheiro – coisa que os clubes não tem.

Na Europa, um exemplo de sucesso. O Barcelona tem jogado 3 competições em alto nível. Ganhou o Espanhol com supremacia, ganhou a Copa da Espanha poupando os principais titulares e tem tudo para ganhar a Copa dos Campeões da Europa. Percebem?

Falta elenco aos times brasileiros. Vejo os times brasileiros com bons titulares. E só. Quer exemplos:

– no Corinthians, sai Ronaldo entra quem? Souza?
– no Palmeiras, sai Diego Souza entra quem? Evandro?
– no São Paulo, sai Washington entra quem? André Lima?
– no Santos, sai Kléber Pereira entra quem? André?

Os times brasileiros ainda tem muito o que aprender.

Alguns toques:

– O Perea não vai mais para o Palmeiras. E, ainda que fosse, não acho que seria um refugo. Afinal, ele estava em boa fase quando se operou. Os refugos são aqueles que saem em má fase de um time e vão para o outro como se fossem craques. Túlio, ex-Corinthians, agora no Grêmio é um exemplo. Alex Mineiro, ex-Palmeiras, outro exemplo. O Reinaldo sim pode ser um refugo do Grêmio a vir para o Palmeiras.

É isso!

Saudações Alviverdes!

2ª Rodada do BR-09

maio 18, 2009

Prezados,

Neste último fim de semana tivemos a segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2009.

Poderia escrever que se ela não tivesse acontecido, ninguém teria sentido falta.

Mas não foi o que aconteceu. Ela ocorreu e agora só me restar comentar sobre ela.

O que vi foram times desinteressados, poupando jogadores do campeonato mais importante do país do futebol. Ou você preferiria ver seu time ganhar a Copa do Brasil e deixar o Campeonato Brasileiro de lado?

Inter-RS e Palmeiras fizeram um jogo ridículo. O Inter-RS teve duas chances claras de gol, ambas criadas pelo bom menino Taison, e fez dois gols. O Palmeiras teve uma chance clara de gol e Lauro fez um milagre no chute de Keirrison. Faltou muita coisa ao Palmeiras. O que vejo é que o time e torcida sofrerão se o Palmeiras mantiver o desempenho do jogo de ontem. Ridículo. D’Alessandro é craque!

São Paulo e Atlético-PR empataram no Morumbi. O curioso é que o time do Corinthians ganhou do Atlético-PR por 2 a 0 e o Vitória bateu o Furacão na Arena da Baixada por 2 a 0. O São Paulo, dentro do Morumbi, descansado e treinado, não conseguiu bater o time do técnico Geninho. Posso estar errado (e acho que estou), mas acho que o campeonato deste ano é do Inter-RS e adeus hegemonia do São Paulo.

Botafogo e Corinthians ficaram num morno 0 a 0, muito embora ambos os times tenham tido chances para abrir o placar, mas pararam em Renan e Felipe. Péssimo resultado para o Corinthians, que só somou 1 ponto em duas rodadas. O Corinthians ainda não venceu em sua volta à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O campeonato é longo, e o interesse do Timão no campeonato deve vir ao longo do tempo ou com uma eliminação prematura e inesperada da Copa do Brasil para o Flu.

Flu que só empatou com o regular Barueri fora de casa. O resultado não foi tão ruim para o Flu, que está mais focado no jogo de quarta-feira contra o Corinthians valendo vaga na semi-final da Copa do Brasil.

Só me resta uma coisa. Falar desse calendário brasileiro. Não sei porque ainda não nos rendemos ao calendário europeu, unificando datas. Está mais do que provado que seria melhor para os jogadores e para os próprios clubes, pois os jogadores teriam férias e decidiriam seu futuro, dando tempo para o clube achar uma peça de reposição à altura.

Enfim, há muito o que melhorar.

É esperar para ver!

É isso!

Saudações Alviverdes!